Marcio Ramos

Voltar à exposição

Marcio Ramos
M.Ramos

"O Pontilhismo esquecido há tanto e agora retomado na pureza da técnica para compor a imagem moderna da Maquina. A expressão do bico de pena e da caneta técnica no realismo fotográfico e/ou quase uma pintura do cotidiano.
O artista trabalha a fidelidade ao purismo técnico, com instrumentos de precisão (bico de pena e canetas 0.05 >0.03>0.1 e lupa 10x ) e o suporte clássico do papel liso.
A velocidade da ferrovia contrapondo a concentração da produção lenta e centrada do Pontilhismo/Stippling
A imagem em preto em branco congela o momento e abre o movimento do olhar por sobre a cena em busca da luz e faz nascer as cores na memória do expectador nos detalhes da locomotiva. A imagem nasce nas vivências pessoais onde cada um monta sua história, seu momento, sua imersão, suas cores, sua vida.
Esse momento de consciência, desacelera a vida de consumo e informação, e cria seu intervalo de prazer.
O artista busca retirar o expectador de sua realidade através de uma vislumbre da memória. O enfrentamento do tradicional a velocidade do moderno e a catarse em cada lembrança."

 

https://pontilhismo.com.br/ 

Anterior
  • 1
  • 2
  • 3
  • 4
  • 5
  • 6
  • 7
  • 8
  • 9
  • 10
  • 11
  • 12
  • 13
  • 14
  • 15
  • 16
  • 17
  • 18
  • 19
  • 20
Próximo
Menu Principal